A PEM Móvel foi lançada oficialmente esta quarta-feira e em poucas horas somou a adesão de 400 médicos. A aplicação permite passar receitas através do telemóvel, quando até à data tal só era possível a partir de um computador com leitor de cartões.

A nova possibilidade será especialmente útil nos casos de consultas ao domicílio ou quando o médico se encontra longe do doente, de acordo com os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS).

Para usarem a aplicação, os médicos têm de ativar a sua Chave Móvel Digital e assinatura digital ao balcão do Instituto dos Registos e Notariado (IRN)  ou através do site da Agência para a Modernização Administrativa (AMA) e pedir o registo na aplicação, com o preenchimento do questionário disponível em pem.spms.min-saude.pt.

Depois de descarregarem a aplicação – disponível para as plataformas Android e iOS – os médicos terão de ativar a Prescrição Eletrónica Médica, de modo a associarem o seu smartphone, para efeitos de identificação digital (eID).

No final da consulta, o médico envia a receita médica por SMS e/ou e-mail, para o utente.

A SPMS espera-se conseguir uma redução significativa das receitas em papel, com a nova app. Em 2018 foram prescritas mais de meio milhão de receitas manuais ao domicílio (556.287), nos modelos de receita A5 em papel. No sector privado, o número total aproximou-se dos três milhões (2.996.549) e ao domicílio ultrapassou o meio milhão de receitas manuais em A5.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.