Sharknado: The Video Game transporta-nos para as ruas de Nova Iorque onde faremos de Fin Shepard, o protagonista, armado com uma espada - ou com uma motosserra - para combater os sucessivos tornados de tubarões que assolam a cidade.

Além de enfrentar a dentadura afiada dos maus da fita, pelo caminho o jogador terá igualmente de recolher itens e desviar-se de diferentes obstáculos.

Tal como mencionado, o jogo só está disponível a partir da iTunes Store, com um custo de 0,99 dólares.

Mas quem usa plataformas Android e Windows também tem alternativas para "brincar aos tubarões". O Hungry Shark Evolution é uma opção.

Aqui os jogadores são o próprio predador, mais precisamente um tubarão branco que vai crescer até às 10 toneladas, alimentando-se de criaturas marinhas e de mergulhadores e pescadores, mas que também tem de enfrentar tubarões inimigos e estranhos seres das profundezas do mar.

Disponível para dispositivos Android e iOS, a "custo zero".

Na mesma com tubarões como protagonistas, mas menos "violento", o Jump the shark 2 também é uma hipótese para utilizadores com smartphones ou tablets que têm a plataforma móvel da Google.

Aqui há duas hipóteses: a versão Lite, gratuita, mas limitada (e cheia de "publicidade") e a versão completa, que custa 1,20 euros.

Quem tenha dispositivos com Windows pode jogar com os tubarões em Shark Dash. Desta feita, um grupo de tubarões vive alegremente numa banheira até ver o seu pequeno espaço invadido por patos de borracha mal-intencionados.

Ao género Wheres´s my Water, o objetivo é criar jogadas, neste caso em que o tubarão consiga livrar-se dos patos idiotas.

O Shark Dash é pago, estando disponível para Android e iOS, além de Windows Phone.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.