De forma a evitar que os seus utilizadores sejam incomodados com mensagens que sejam eventualmente ofensivas, o Twitter está a trabalhar numa nova ferramenta para barrar as mesmas. Foi a própria rede social que colocou uma mensagem na sua conta com um pequeno .gif a explicar como funciona o sistema. As mensagens suspeitas de conter palavras ofensivas serão colocadas numa espécie de quarentena, numa pasta marcada como “mensagens adicionais”.

Quando o utilizador acede a esta pasta, as respetivas mensagens estão editadas com a frase “esta mensagem está escondida porque poderá conter conteúdo ofensivo”. As mensagens suspeitas são enviadas para a pasta onde constam as solicitações do envio de contactos de utilizadores que não segue e para as aceder terá de tocar em “mostrar” mensagens adicionais. A partir daí pode consultá-las, ou simplesmente apagá-las sem a necessidade de as ler.

Esta funcionalidade vem assim colmatar a falta de medidas para combater o spam através de mensagens diretas de utilizadores estranhos. Por muito que haja um esforço da rede social em refinar os algoritmos para assinalar tweets abusivos, sem a intervenção de supervisores, há sempre mensagens verdadeiras que são falsamente assinaladas, e vice-versa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.