A partir do início de novembro, os parisienses vão poder usar a app da Uber para poderem encontrar motas elétricas pela cidade. A novidade é a estreia da marca no segmento das scooters e é a própria empresa a afirmar que esta decisão faz parte de uma estratégia maior que transformará a aplicação num hub digital para todo o tipo de transporte.

A disponibilização das motas vai ser feita em parceria com a Cityscoot, que é a empresa que gere a frota, composta por mais de 4 mil unidades. Neste caso, a app da Uber vai servir para geolocalizar as motas na cidade, para que os utilizadores saibam onde as podem requisitar, juntando-as assim às trotinetas e às bicicletas já disponíveis.

tek uber motas

Recentemente, a Uber decidiu adicionar informação sobre o trânsito da capital na versão francesa da aplicação, tal como faz com Denver e Londres, por exemplo.

A Uber acredita que todas as opções de transporte se complementam. A empresa olha para as bicicletas como sendo ideais para curtas distâncias e considera que as motas são ideais para viagens de alguns quilómetros. No entanto, prevê que os carros continuem a ser preferidos para cobrir longas distâncias.

Note que apesar de ter mais de 100 milhões de utilizadores ativos, a Uber continua a perder dinheiro. A empresa remodelou a app recentemente com o objetivo de se tornar o "sistema operativo da vida", tal como afirmou o CEO Dara Khosrowshahi, e vai agora tentar concentrar todos os seus serviços numa única plataforma.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.