O novo modelo é 18% mais fino que o modelo anterior, que também já era 18% mais fino que a melhor referência na marca. Tem uma espessura de 6,1 milímetros, que arruma um ecrã Retina melhorado.

Confirmando os rumores, a nova geração do iPad Air, traz para os tablets da Apple a tecnologia Touch ID, que permite a leitura de impressões digitais e que já se encontra também disponível na mais recente geração do iPhone.

A câmara traseira do novo Air é de 8 megapixeis e o vídeo de alta definição. Em relação à câmara vale ainda a pena destacar um conjunto de novas funcionalidades para a gestão de imagens, como o Burst Mode, o Timelapse, ou o Slo Movies, funções que vão permitir tirar mais partido das imagens capturadas pela câmara do equipamento.

A câmara frontal, que dá suporte ao FaceTime, também foi alterada. As condições de luminosidade são agora melhores em cerca de 80%, garante a Apple, que também preparou esta componente do tablet para as populares Selfies.

No que se refere à conectividade, o novo Air integra um Wi-Fi 2,8 vezes mais rápido. O mesmo tipo de melhoria foi conseguido ao nível do LTE, onde as novidades também se estendem ao número de bandas suportadas, que chega agora às duas dezenas.

[caption]Nome da imagem[/caption]

A segunda geração do Air integra um processador A8X com 3 mil milhões de transístores, um CPU 12 vezes mais rápido e um GPU 2,5 vezes mais rápido, revela a Apple. A autonomia do equipamento é de 10 horas.

O modelo vai custar entre 509€ e 709€, preços para as versões de 16 e 128 GB, respetivamente, na configuração apenas com conectividade Wi-Fi. Na versão com 4G os preços sobem para o intervalo entre os 629 e os 829€.

No evento a Apple também apresentou um novo iPad Mini, que ganha algumas novidades, mas mantém o processador (A7), a câmara (que continua nos 5 megapixeis) e as medidas. As principais novidades são a introdução de um leitor de impressões digitais e a nova versão em dourado.

Os preços do iPad Mini 3 começam nos 409€ e estendem-se até 609€. Na versão 3G começam em 509€.

Em quatro anos, a Apple vendeu 225 milhões de unidades do iPad, números que fazem do produto o que mais vendeu na história da Apple. Na loja, a Apple conta já com 675 mil aplicações desenhadas especificamente para o tablet.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.