O tamanho dos smartphones gera discussões de “polegadas”, com alguns utilizadores a preferirem modelos mais pequenos para utilizar com apenas uma mão, outros querem modelos maiores, para melhor consumo de multimédia. E é nesse sentido que surgem os smartphones dobráveis, como o Sansung Galaxy Fold, que se dobra para adaptar-se a qualquer tipo de utilizações.

E depois há a Apple, que poderá lançar um modelo de iPhone “tão grande” que é quase do tamanho de um iPad Mini. Pelo menos é isso que o website coreano FTNews, citado pela CNBC, refere sobre os planos da marca da maçã para em 2020 lançar um iPhone com um ecrã de 6,7 polegadas, o maior até agora lançado pela empresa, juntamente com versões de 5,4 e 6,1 polegadas. Em comparação, o iPad Mini tem 7,9 polegadas

Segundo o relatório avançado, a Apple poderá utilizar ecrãs OLED licenciados à Samsung para os modelos de 5,4 e o de 6,7 polegadas, mas para o dispositivo de 6,1 polegadas o painel OLED poderá ser fornecido pela LG. Este poderá ser o plano para a Apple abandonar definitivamente a tecnologia de ecrãs LCD por OLED, visto que apesar de ser mais barata, é mais pobre no que diz respeito ao espectro de cores e contrastes de pretos e brancos.

Para além dos três modelos, a fabricante terá ainda um quarto smartphone com 5G, previstos para o mês habitual de setembro. No entanto, antes disso, poderá ser lançado um modelo mais barato, o iPhone SE2, no início de 2020. O smartphone será alegadamente semelhante ao iPhone 8, mas equipado com os processadores mais recentes da geração 11.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.