A fraca adesão ao mais recente iPhone Xr serviu como uma chamada de atenção à gigante de Cupertino, sobre o que procuram os consumidores dos seus smartphones. O modelo mais barato esteve longe das vendas esperadas, contrastando com o enorme sucesso dos seus irmãos mais poderosos Xs e XS Max.

Os resultados mostram que a marca da maçã está a ganhar mais dinheiro enquanto vende os seus equipamentos mais caros; do que ganha a vender modelos mais baratos, em maiores quantidades. A observação traduz-se no crescimento das receitas em 29% no último trimestre, sem qualquer aumento registado do número de vendas de iPhones face ao ano transato, refere o The Verge.

O registo foi semelhante no ano passado, quando o iPhone X foi responsável por um aumento de 11% nas receitas, enquanto se especulava que as vendas estavam estagnadas. Essa foi talvez uma das razões para a Apple deixar de partilhar os resultados das unidades comercializadas a partir do próximo trimestre, o que levou a uma quebra nas suas ações de cerca de 7%.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.