“2019 é o ano do 5G. [..] Há muito trabalho por detrás do lançamento, das redes, com I&D, normalização, testes e integração e o impacto será significativo, não só este ano mas no futuro”, afirmou hoje Pete Lancia, vice presidente da Qualcomm durante a conferência de imprensa na CES 2019. A empresa já garantiu acordos para a utilização do seu chipset e módulo de RF em mais de 30 equipamentos ainda em 2019.

No centro dos equipamentos 5G que vão ser lançados em 2019 está o Snapdragon 855 e o Snapdragon X50 5G, mas também quase todos os novos smartphones vão integrar o módulo RF Front Ent. Desta forma a Qualcomm quer garantir a liderança no 5G e na nova plataforma móvel, e está já a desenvolver testes de interoperabilidade com os principais operadores e fabricantes de infraestruturas, mas também com fabricantes de smartphones.

A empresa afirma que virtualmente todos os smartphones 5G a lançar em 2019 vão ser construídos com tecnologia da Qualcomm, e que isso vai abrir caminho a mudanças significativas no acesso quase imediato a serviços na cloud, jogos multiplayer de realidade virtual, compras com Realidade Aumentada e colaboração em vídeo em tempo real.

Em 2000 a Qualcomm mostrou os primeiros protótipos em 5G e os teste têm-se sucedido nos últimos 18 anos e por isso a empresa admite estar numa posição única nesta área.

Mas no investimento em 5G a Qualcomm está longe de estar apenas focada nos smartphones e os dispositivos ligados, em especial os carros, dominam grande parte do investimento.

O SAPO TEK está a explorar todos os espaços da CES 2019 e vai trazer as principais novidades e tendências, assim como anúncios de produtos, que pode acompanhar aqui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.