A Dyson tem uma casta gama de purificadores de ar, mas de acordo com a Bloomberg, a empresa está prestes a lançar um modelo que ainda não tem paralelo no seu portefólio. A marca já registou as patentes e está a agora a afinar a tecnologia necessária para desenvolver um par de headphones que também funciona como purificador.

Os purificadores "vestíveis" já são um conceito popular entre os consumidores chineses, uma vez que as grandes cidades do país têm um nível de poluição atmosférica altamente negativo para a saúde dos seus habitantes. Ocorrências de cancro e enfarte são mais prováveis nestas regiões e, por isso, abriu-se um segmento de mercado para os wearables que funcionam como purificadores. Atualmente, existem já fios, cachecóis, máscaras e capas para smartphone que integram esta funcionalidade.

Apesar de a Dyson ter conquistado a sua popularidade com aspiradores modernos, a empresa tem também um departamento de purificadores. Estes gadgets são muito requisitados na Ásia e a articulação das suas capacidades com outros aparelhos é muito bem vinda pelos consumidores que têm de lidar diariamente com um ar sem qualidade. Adicionalmente, importa sublinhar que 75% das receitas geradas pelos seus negócios em 2017, tiveram origem em operações feitas no continente asiático.

A empresa recusou-se a confirmar o rumor.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.