O Geeksphone Revolution vai integrar um processador Intel Atom Z2560 a 1,6 GHz com tecnología Hyper-Threading, num equipamento com ecrã de IPS de 960x540 pixeis. A câmara fotográfica integrada no dispositivo será de 8 megapixeis e a bateria de 2000 mAh.



Ao nível do software, e como já tinha sido anunciado pela empresa a opção vai recair sobre a plataforma Android, mas também sobre outras alternativas. A empresa explica que a alternativa ao sistema operativo móvel da Google não será apenas uma, sublinhando que a decisão nessa matéria será do utilizador final, mas concretiza apenas como o Firefox OS, uma aposta que a fabricante tem vindo a fazer com outros modelos.



O Geeksphone Revolution vai substituir o Peak+, outro modelo que a empresa tinha em preparação. Quem já tinha feito a pré-reserva do dispositivo pode agora convertê-la numa encomenda do novo modelo, ou pedir a devolução do dinheiro.



A empresa espanhola responsável pelo projeto do Geekphone foi uma das parceiras da fundação Mozilla no lançamento do Firefox OS e tem já alguns modelos no mercado - que podem também ser comprados em Portugal - com este sistema operativo.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.