A Sony apresentou em Berlim mais um modelo do seu ente mais querido: o Walkman.

Desta vez, o leitor portátil foi apresentado com uma roupa mais brilhante do que tem sido hábito e com um preço que só não deverá desviar a atenção dos verdadeiros audiófilos.
De acordo com a tecnológica, este é um modelo de excelência que surge para dar sequência à versão de 2015 e há um pormenor que salta facilmente à vista do público: ouro.

[caption][/caption]

É verdade, a Sony decidiu construir o novo Walkman em cobre e banhá-lo em ouro. Mas aquilo que à primeira vista parece um capricho estético, representa na verdade uma tentativa de reduzir as interferências magnéticas no som reproduzido. Ainda em nome da qualidade do áudio, o leitor foi cuidadosamente desenvolvido de forma a que os circuitos digitais e analógicos não se cruzem. Por último, o Walkman integra um oscilador de quartzo de última geração e duas entradas para auriculares que potenciam duas experiências diferentes (uma mais crua e pouco processada e outra mais equilibrada, de acordo com um dos promotores) que, no entanto, deverão ser acompanhadas com headphones topo de gama.

Com todos estes componentes e pormenores, o preço é que paga. Embora vá ser disponibilizada uma versão mais económica, fique a saber que se estiver interessado neste novo Walkman terá de pagar qualquer coisa como 3.200 dólares. A versão mais “barata” será vendida por 1.199 dólares, o mesmo que a versão do ano passado. Ambos chegam no princípio de 2017.

Esta foi apenas uma das novidades apresentadas na IFA 2016. Veja outras aqui

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.