A LG e a Lenovo são as empresas que a Microsoft garantiu hoje terem entrado no "barco" das fabricantes de telefones Windows, contando agora com um novo design de referência que tem por objetivo simplificar o processo, afirmou Joe Belfiore, Corporate Vice President da Microsoft na apresentação que antecipa a abertura do Mobile World Congress 2014 (MWC14).

Depois de uma estratégia de parcerias que parecia estagnada na sequência da compra da Nokia, a Microsoft volta a por mãos à obra no desenvolvimento daquela que era a primeira linha de ação com o Windows Phone: desenhar designs de referência e um Sistema Operativo que os parceiros podem utilizar para desenvolver os seus próprios equipamentos.

A lógica foi aplicada com afinco por várias empresas, entre as quais a HTC, a Huawei, a Nokia e até a Samsung. Agora as parcerias alargam-se a nomes que nunca tinham entrado na lista - mesmo antes da aquisição da Nokia pela empresa de Redmond - com a adição da LG, ZTE, Lenovo, Foxconn e outros nomes menos conhecidos, num total de 10 fabricantes que no conjunto representam cerca de 56% do mercado de fabricantes, garante a Microsoft.

O novo design de referência para telemóveis Windows usa hadware Qualcomm, com os processadores Qualcomm Snapdragon da série 200 ou 400, o que deverá permitir o fabrico de smartphones com preços a rondar os 100 e 200 euros, o que poderá ser um novo trunfo nos mercados emergentes.

Nic Parker, responsável pela área de gestão de parcerias da empresa na área de hardware afirmou na apresentação que o negócio está agora aberto a qualquer um que queira construir um telefone Windows Phone.




Até agora a Nokia tem dominado a venda de terminais com o sistema operativo da Microsoft, graças também ao desinvestimento de empresas como a HTC depois do anúncio do negócio de compra da gigante finlandesa cuja aquisição a Microsoft está prestes a finalizar.




Os números de vendas têm sido tímidos e a adesão ao sistema operativo da Microsoft não tem conseguido rivalizar com a liderança do Android e o domínio nos equipamentos de topo protagonizado pela Apple.




No ano passado os dados da IDC indicam que a plataforma Windows Phone não passou dos 3,3% de vendas no mercado. A Nokia vendeu 89% dos equipamentos com Windows Phone.



A par do anuncio de parcerias a Microsoft lançou um novo portal de hardware para parceiros que tem por missão dar apoio aos fabricantes de equipamentos.


Joe Belfiore aproveitou ainda para anunciar o próximo lançamento do update para Windows 8.1, que deve chegar na primavera e garantir melhorias no interface de utilizador com vantagens para utilizadores de desktops e ratos, embora mantendo a experiência de toque intacta.



Mesmo assegurando que a Microsoft ainda acredita e ama o conceito de toque, o vice presidente da Microsoft admite que é necessário melhorar a utilização dos que ainda usam os interfaces de introdução de dados tradicionais.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.