A iFixit continua a sua demanda “inglória” de desmanchar os novos dispositivos que chegam ao mercado, a fim de compreender a facilidade de substituição dos seus componentes. A especialista “sonhava” que esta espécie de reboot ao tablet da Apple, o iPad Pro de 11 polegadas pudesse ser também amiga para os reparadores e que fosse fácil de desmontar, mas rapidamente os pesadelos tomaram conta do processo.

A cola continua a ser o principal entrave às ações dos técnicos. É necessário aquecer a cola, esgravatá-la e “suster a respiração, esperando que nada se parta”, refere nas suas notas. Destaca ainda que os cabos estão colocados a uma distância segura dos bezels, que é onde são aplicados os cortes de abertura, mas no entanto, estão espalhados, o que dificultou retirar o ecrã. Foi necessário desviá-lo para um ângulo desconfortável, sujeito a ser danificado enquanto se desligavam os cabos.

Depois da dificuldade inicial, que serviu de “aperitivo”, começou realmente o trabalho, ou melhor, a luta interminável contra os adesivos que prendem a motherboard. E os locais de acesso para utilizar as ferramentas estavam bloqueadas pelos diversos altifalantes espalhados pelo dispositivo. Claro que, com mais ou menos dificuldade, a motherboard saltou fora do tablet.

Chegando à bateria, seis fitas adesivas esperavam pelos técnicos, mas apesar de se prever o pior, chegaram à conclusão de que foram muito fáceis de retirar. Já de seguida encontraram um “gigantesco” remendo de supercola, caindo por terra a “facilidade” em retirar das "pastilhas" de enegia.

Seguiu-se a retirada de outros componentes, tais como os auscultadores, e mais uma vez a dificuldade em retirá-los, pois a sua base era moldada no próprio alumínio do dispositivo, que parecem feitos para não serem removidos. Foi necessário aquecer e “escavar” fundo. Outras dificuldades foram encontradas no processo de desmontagem, incluindo a pen do tablet.

No final, como pontos positivos é destacado que a ligação USB-C (que substitui o Thunderbolt) é modelar e pode ser substituído. A ausência do botão físico do Home é menos um componente na equação de desmontagem. Seguem-se depois as críticas aos componentes ligados e ao abuso da utilização da cola. Veredito final: 3 em 10, mas a especialista afirma que a Apple está no bom caminho em relação à disposição de alguns componentes.

tek ifixit ipad pro

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.