A Samsung anunciou oficialmente o seu segundo smartphone com câmara dupla, o Galaxy J7+, uns dias após algumas imagens não autorizadas do telefone e as suas especificações terem sido publicadas online.

O novo modelo já está em pré-reserva, mas apenas na Tailândia, não havendo informação disponível confirmada sobre a possibilidade de lançamento noutros mercados e em que alturas. O preço é de 12.900 THB, o que dá aproximadamente 327 euros, menos de metade dos mais de 1.000 euros do Note 8.

 

Com o lançamento oficial, confirmaram-se as especificações técnicas que circulavam nos rumores: ecrã Super AMOLED de 5,5 polegadas com resolução Full HD, 4 GB de RAM, 32 GB de armazenamento interno e entrada para cartão microSD. O processador é um MediaTek Helio P20 octacore a 2.4 GHz. Há ainda uma bateria uma bateria de 3.000 mAh e suporte para a assistente virtual Bixby.

Como caraterística de destaque deste modelo, há então o sistema de duas câmaras: a principal com 13MP com uma abertura f/1.7 e a secundária de 5MP com abertura f/1.9. Em comum com o recém-lançado Galaxy Note 8, o J7+ tem ainda a funcionalidade Live Focus. A câmara frontal é de 16MP, com flash.

Mas dadas as restantes caraterísticas, os preços do modelo de gama média e do flagship logicamente que teriam de diferir.