Não tem Home Button, como foi avançado em muitos leaks, e sempre tem Face ID, "a verdadeira câmara em profundidade", que "aprende o seu rosto", mesmo que mude de penteado ou de maquilhagem ou ganhe rugas.

Tal como igualmente adiantado pelas especificações reveladas do novo iOS, faz ligação ao sistema de pagamentos Apple Pay e possibilita a criação de um novo género de emojis: os animoji. Por enquanto são 12 e ganham expressão com as expressões do rosto do utilizador - e sim há um "cocó".

 

O ecrã edge to edge é um Super Retina de 5,8 polegadas e a traseira é em vidro, para facilitar o carregamento wireless, tal como a acontece com a nova geração iPhone 8. Tem dupla câmara de 12MP na traseira, mas a caraterística apresentada como a grande novidade é a estabilização de imagem dual optical. A câmara frontal é de 7MP.

“O iPhone X é ótimo para fotos e espetacular para vídeo”, afirmou-se no palco do anfiteatro Steve Jobs. “O iPhone X é o futuro dos smartphones”.

A autonomia foi melhorada e a bateria do iPhone X deverá durar mais duas horas, comparativamente à do iPhone 7.

Vem em duas configurações de 64GB e 256GB com os preços a começarem nos 999 dólares - e na conversão para euros ultrapassa mesmo o milhar como tinha sido antecipado. As pré reservas podem ser feitas a partir de 27 de outubro, com as entregas e chegada ao mercado a iniciarem-se a 3 de novembro.

Em Portugal as datas são as mesmas mas os preços são bastante diferentes. Começam nos 1.179 euros na versão de 64 GB e sobem para os 1.359 euros na versão de 256 GB.

Durante a conferência, que o TEK acompanhou ao minuto, a Apple anunciou ainda dois novos modelos de "gama média, o iPhone 8 e 8 Plus e novos Apple Watch.

Nota de Redação: A notícia foi sendo atualizada ao longo da conferência de imprensa. Foram ainda adicionados os preços para Portugal