Tal como previsto a OnePlus apresentou o modelo 7T Pro, mantendo inalterado o seu design anterior, mas foi atualizado com o mais recente hardware de topo. Ou seja, passa a ser alimentado pelo processador Snapdragon 855 Plus da Qualcomm, igualando as joias da coroa das fabricantes concorrentes.

As marcas procuram ainda destacar-se na tecnologia de carregamento da bateria, oferecendo sistemas rápidos e esse foi também uma atualização feita no equipamento, com o novo adaptador Warp Charge 30T. A fabricante afirma que o novo carregador é 23% mais rápido que a versão anterior, o que se traduz na prática 68% de carga em 30 minutos, refere o site oficial, considerando a sua bateria de 4.085 mAh.

Importa dizer que o smartphone não aquece durante o carregamento, o que graças ao seu sistema de refrigeração líquida e arquitetura interior de 10 camadas, permite jogar os títulos mais exigentes enquanto ligado à corrente. A fabricante explica que a dissipação termal e a gestão de alimentação são feitas no próprio carregador, por isso, muito pouco calor chega ao dispositivo.

tek oneplus 7T Pro

De resto, o design do smartphone é semelhante ao anterior, incluindo o tamanho do ecrã de 6,67 polegadas, a 90 Hz e com sensor biométrico de impressões digitais no display. O conjunto de câmaras e o sistema de pop up da lente frontal são as mesmas. Há, no entanto, uma melhoria de performance das câmaras, mas do lado do próprio software. Ficou por confirmar o sensor Time-Of-Flight que constava nos rumores, para ajudar a medir a distância dos objetos, mas introduz um novo modo macro para ajudar a capturar imagens de objetos pequenos.

A fabricante repete ainda a versão McLaren Edition, com um design típico da “scuderia” italiana, em tons laranja e preto. O OnePlus 7T Pro chega ao mercado na próxima semana a arrancar nos 800 euros, enquanto a versão especial McLaren por cerca de 920 euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.