A transição para o 4K não está apenas a ser feito pelos formatos digitais. No mundo físico, a Pioneer é uma das tecnológicas que continua empenhada em acompanhar as tendências de imagem e esta quarta-feira apresentou aquela que é a primeira drive Blu-ray UHD para computadores.

Num segmento que ainda revela alguma escassez de propostas físicas, dada a popularidade das plataformas de streaming, a proposta da empresa nipónica surge como a primeira com estas capacidades para computadores, e uma das primeiras, se englobarmos todos os dispositivos onde é possível reproduzir vídeo 4K através de um periférico.

A falta de opções, neste caso, não se explica apenas pela popularidade do Netflix, do YouTube ou das restantes plataformas de vídeo. As exigências técnicas para a reprodução de conteúdos em Blu-ray 4K através de um leitor físico são grandes e comprovam-se com esta drive da Pioneer. Se tiver intenções de a instalar no seu computador, tenha em conta que vai precisar de, no mínimo, 6GB de RAM, uma entrada HDMI 2.0a com suporte para 4K, um processador de última geração Intel i5 Kabky Lake e, claro, um monitor com capacidade para reproduzir em 4K onde possa ligar aquele cabo HDMI 2.0a.

A drive vai ser lançada em duas variantes que se distinguem principalmente, diz a tecnológica, na qualidade do som reproduzido. O Japão vai ser o primeiro país a receber a drive e ainda não foram avançados quaisquer detalhes acerca dos lançamentos noutras regiões.