Respondendo à pergunta de quanto tempo as pessoas necessitam de trabalhar para comprar o flagship da Apple, o Banco da Suíça conduziu um estudo para avaliar a média dos ordenados em diferentes países e o preço do dispositivo. Tendo em conta a média de preço de 999 dólares nos Estados Unidos, que torna o iPhone X no mais caro do catálogo da fabricante, o smartphone vendeu muito bem.

Para efetuar o cálculo, os investigadores do Banco da Suíça tiveram em conta dois fatores: o preço do dispositivo nas diferentes cidades, e o respetivo salário médio em 15 profissões, incluindo condutores de autocarros, professores, médicos, carpinteiros, entre outros. Para além dos ordenados, os subsídios de férias, assim como despesas em taxas e contribuições sociais. Os dados foram calculados para obter o número de dias que são necessários trabalhar para comprar um iPhone X.

tek iphone x

Os dados, como pode observar no quadro elaborado pela Statista, demonstram a discrepância entre os diferentes países espalhados pelo globo. Em Zurique, para adquirir o smartphone, as pessoas necessitam trabalhar uma média de 4,7 dias e em Nova Iorque um pouco mais, 6,7 dias.

O tempo necessário vai aumentando na lista até chegar a Lagos, na Nigéria, que tem sido considerada uma das cidades com o mais rápido crescimento no mundo, mas continua a oferecer ordenados baixos. Neste caso, as pessoas precisam trabalhar 133,3 dias para adquirir o equipamento. Se tiver em conta o trabalho apenas nos dias úteis, necessitam de seis meses para o obter.

tek iphone x

O estudo não contempla Portugal, mas tendo em conta o salário médio de 800 euros, os portugueses teriam de trabalhar mais de um mês para comprar o iPhone X.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.