A Apple informa na sua página oficial que os consumidores portugueses apenas vão poder encomendar os novos iPhone a partir de 26 de setembro, continuando a não ser certo quando é que os novos telemóveis vão chegar aos compradores e ao retalho. Mesmo que queira estar na primeira vaga, tem ainda muito tempo para ponderar.



O interesse pelos novos smartphones da marca da maçã é grande como mostra a quantidade de publicações nas redes sociais e em sites especializados feitas pelos utilizadores – em Portugal e no Twitter por exemplo, os novos dispositivos da Apple estiveram em tendência durante várias horas seguidas.



Apesar de manterem um aspeto familiar, os novos iPhone são muito diferentes de todos os modelos até aqui apresentados pela Apple. Não representam uma revolução, representam uma evolução.



E se para muitos utilizadores Android e Windows Phone parte das caracerísticas já existem em dispositivos móveis com estes sistemas operativos, para os utilizadores iOS os novos iPhone vêm recheados de novidades.



O TeK vai tentar ajudar os leitores a perceberem se vale a pena investir nos novos telemóveis ou se os modelos do iPhone dos quais são detentores devem ser mantidos.


Deve trocar de iPhone se...

... procura um ecrã maior


Os novos iPhone 6 e iPhone 6 Plus são os maiores smartphones desenvolvidos pela Apple até à data. A empresa está a responder a uma tendência do mercado e está a tentar não perder mais quota para os terminais rivais com Android e Windows Phone.



Se quer um ecrã maior por questões de produtividade, de conteúdos multimédia e de entretenimento como jogos, então deve apostar nos novos equipamentos, independentemente da versão do iPhone que tiver.



... procura os processadores mais potentes


Os últimos modelos são sempre os mais capazes a nível de processamento. Só entre o iPhone 5s e os novos iPhone há uma diferença de 20% com vantagem para os modelos mais recentes.



Se ter a versão mais rápida e mais capaz do iPhone é uma prioridade, então invista nos novos modelos.



Se não é uma prioridade, então faça uma análise ao nível de satisfação que tem com o seu telemóvel. Nesta área talvez só os utilizadores do iPhone 3GS ao iPhone 4s tenham motivos para pensar – já estão “pesados” e já não suportam todas as novas funcionalidades. A fluídez também já não é a mesma.



Já no que diz respeito ao iPhone 5, 5c e 5s, estes são equipamentos que ao nível do desempenho continuam bastante rápidos e fluídos, pelo que a atualização do poder de processamento não deve ser uma prioridade.



... procura os melhores gráficos móveis


Se na abertura de aplicações, na navegação Web e no consumo de conteúdos de entretenimento a diferença de processamento pode não se sentir, já no campo gráfico tudo promete ser diferente.



Os iPhone 6 e 6 Plus vão ter um desempenho 50% superior ao do iPhone 5s, o modelo mais potento de 2013. É uma alteração significativa e causada não só pelo novo chip A8, como pela tecnologia de processamento de gráficos Metal que a Apple anunciou.



A diferença para modelos mais antigos é, obviamente, mais acentuada. Se jogar é das tarefas que mais executa no telemóvel da Apple e se não fica apenas pelos jogos casuais e gosta de puxar pelo grafismo da máquina, então os iPhone 6 são obrigatórios.





... é um criativo da fotografia


Se gosta de fazer criações fotográficas ou cinematográficas com o telemóvel, então os novos iPhone vêm melhor preparados, sobretudo na área do vídeo.



O modo de fotografias panorâmicas capta imagens com maior resolução, superior a 40 megapíxeis, e o modo de gravação em câmara lenta garante aos utilizadores 240fps. Estabilizador ótico de imagem e estabilizador digital, tanto nas fotos como nos vídeos, são outros trunfos garantidos nos dispositivos mais recentes.



Caso seja apenas um fotógrafo casual, para captar os momentos mais divertidos ou um jantar que foi especial, então as câmaras dos modelos mais antigos do iPhone também cumprem na perfeição.

Não deve trocar de iPhone se...

... procura um telemóvel que substitua a carteira


Ficou encantado com o serviço Apple Pay e com as novas capacidades NFC dos iPhone? Apesar de a ferramenta de pagamentos eletrónicos servir tanto no mundo físico como no mundo online, a verdade é que nos primeiros tempos a compatibilidade não deverá ser total.



O melhor é esperar que mais nomes e mais marcas se associem à Apple nesta iniciativa e aí sim, apostar num smartphone que suporte o Apple Pay. Dê tempo ao tempo e deixe que outros façam o teste por si. Porque não é por não ter o novo serviço que vai deixar de conseguir fazer compras.



... procura um telemóvel compatível com o Apple Watch


A Apple esteve muito bem ao garantir que o relógio inteligente ontem anunciado seria compatível com mais modelos além do iPhone 6 e 6L. Quer isto dizer que os consumidores não são obrigados a ter o mais recente topo de gama para poder experimentar a nova categoria de produtos da marca da maçã.



Se tiver um iPhone 5, 5c ou 5s também poderá fazer a ligação com o Apple Watch. Modelos anteriores já obrigam a fazer outras contas.



O Apple Watch só vai chegar ao mercado no início de 2015.



... procura um telemóvel para usar o iOS 8


O TeK já tinha feito a devida pesquisa e a partir do iPhone 4s, inclusive, todos os smartphones Apple vão receber a nova versão do sistema operativo. Isso não quer dizer que vão receber todas as funcionalidades, mas a maior parte da experiência de utilização está garantida.



Este não parece ser um motivo crítico que faça o utilizador investir num novo iPhone. Mas se estiver por exemplo com um iPhone 3GS ou iPhone 4, vai realmente querer ficar fora das novidades móveis da Apple?



... procura não gastar muito dinheiro


A única forma de não gastar muito dinheiro ao comprar os novos iPhone é vendendo os modelos antigos primeiro. Caso contrário, faça antes uma análise do nível de satisfação que tem relativamente ao seu telemóvel e faça a ponderação que a seguir é aconselhada...


Considerações finais

O leitor deve agora definir as suas prioridades e jogar com os prós e contras acima referidos. Se por exemplo é um jogador ávido, então o ecrã maior e a maior capacidade gráfica dos novos iPhone são elementos suficientes para o fazer optar pelos novos modelos.



Se é mais atraído pela magia do software, então o facto de os iPhone 6 virem com iOS 8 e com o sistema Apple Pay talvez não sejam suficientes para justificar um investimento que em condições normais vai exigir 700 euros. E como o sistema operativo já é fluído mesmo em versões anteriores, nem o chip A8 é atrativo suficiente.



Estes são dois exemplos de combinações, mas cada um saberá quais as características que mais valoriza.



Por fim fica a chamada de atenção: se procura algumas das especificações e funcionalidades acima referidas, não precisa de pensar apenas nos novos iPhone. Os topos de gama Android e Windows Phone, bem como alguns média gama, já garantem uma boa parte dos saltos qualitativos que a Apple introduziu na nova vaga de equipamentos.



O mais importante, como muitos leitores têm salientado nos comentários das notícias mais recentes, é cada pessoa perceber quais são as suas verdadeiras necessidades relativamente a um dispositivo móvel. Depois é fazer contas ao capital que tem disponível e comprar o equipamento com o qual se sente mais confortável.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.