Os Galaxy Note sempre foram uma antítese do iPhone: smartphones grandes, com integração de caneta eletrónica, mais focados no mercado empresarial. E até aqui não existiam motivos para que a Samsung visse o dispositivo da Apple como um rival - mas agora já existem, pois o iPhone cresceu.

Para se adaptar à nova estratégia da Apple a Samsung também vai alterar o seu modus operandi: antecipando a revelação e comercialização do próximo Galaxy Note, para que não coincida com a janela de lançamento do próximo smartphone da Apple.

Pela primeira vez a Samsung não deverá apresentar um novo Galaxy Note na IFA, em Berlim, de acordo com o The Wall Street Journal. Caso se confirme, será a primeira vez que tal acontece desde o lançamento original do Note em 2011.

A ideia será ter o novo Note no mercado algumas semanas antes dos próximos iPhone, o que poderá trazer algumas vendas e alguma vantagem estratégica à tecnológica sul-coreana.

A linha de equipamentos Galaxy Note ajudou a Samsung a cimentar a sua posição de líder no mercado dos smartphones ao longo dos últimos anos e fez com que a empresa tivesse dois grandes lançamentos na área mobile no mesmo ano.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.