A Hewlett-Packard é uma das maiores vendedoras mundiais de computadores, mas o mercado dos dispositivos móveis passou ao lado da tecnológica norte-americana. Não pela falta de tentativas e dispositivos, mas pela chegada tardia à competição.



Desta vez a empresa quer ser ativa e não passiva e prepara-se para entrar também no mercado dos relógios inteligentes enquanto a maior parte das empresas ainda não chegou à linha de partida.



Para já o equipamento da HP não passa de um conceito, mas distingue-se dos restantes modelos por apresentar uma estrutura mais semelhante a um relógio e não a um smartphone de pulso. Para isso a gigante dos PC estebeleceu uma parceria com a empresa de moda Gilt, que por sua vez contratou o designer Michael Bastian para fazer o serviço.



E este é o resultado:

A olhar pelos materiais de construção o equipamento vai posicionar-se no segmento topo de gama – braceletes inspirados em interiores de carros de luxo e rebordo em aço inoxidável.



Tirando os esboços e a renderização feita em computador, ainda não são conhecidas especificações. Sabe-se, através do Engadget, que toda a parte tecnológica fica a par da HP que vai garantir o básico de um relógio inteligente: notificações de emails e redes sociais, mensagens e chamadas, além de servir como controlador multimédia.



Uma das melhores partes deste relógio é que vai ser compatível com várias plataformas, começando pelo Android e pelo iOS.



Os rumores dizem que o equipamento pode ficar disponível ainda este ano, mas não foi adiantada nenhuma informação sobre quanto pode custar o relógio.



O TeK pergunta agora aos leitores: é este relógio mais apelativo a nível visual do que a maioria dos dispositivos que já foram apresentados até agora?


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.