A pesquisa revela que os telemóveis inteligentes são o terceiro artigo mais referido pelos portugueses, quando inquiridos sobre as intenções de compra para este ano. A resposta foi dada por 42% dos que participaram no Barómetro Europeu Observador Cetelem 2019, fazendo desta categoria a que mais cresceu nas intenções de compra para este ano (13%).

Outro dado em destaque é o facto de por cá, a intenção de mudar de smartphone ao longo do ano ser mais abrangente do que em termos médios no resto da Europa, onde a mesma categoria foi eleita por 37% dos consumidores.

Nesta lista de intenções, só as viagens e lazer e os eletrodomésticos são mais populares que os telemóveis, com 61% e 46% dos inquiridos a referir que pretendem comprar produtos ou serviços nestas áreas. Num e noutro caso, as percentagens apuradas também representam um crescimento face ao ano anterior.

O estudo mostra ainda que os portugueses, alinhados com o resto dos europeus, este ano têm mais vontade de poupar. Portugal, logo a seguir à Noruega (71%), é o segundo país da Europa onde a intenção de refrear impulsos consumistas se revelou mais vincada. Sessenta e quatro por cento dos consumidores inquiridos localmente querem economizar mais este ano.

Em contrapartida, 33% dos portugueses estimam gastar mais em 2019, uma parcela inferior à do ano passado em oito pontos percentuais. Na Europa a intenção de gastar mais foi manifestada por 41% dos inquiridos e a de poupar mais por 49%.

Os inquéritos que estão na base do Observador Cetelem Consumo 2019 foram realizados pela Harris Interactive entre 27 de novembro e 10 de dezembro de 2018. Participaram 13.800 consumidores, com idades entre os 18 e os 75 anos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.