"Nós nunca vamos vender ou sair do nosso atual negócio de telemóveis", garantiu Hiroki Totoki, presidente da unidade, ao Arabian Business.

No cargo desde de 2014, o responsável explicou à publicação a reestruturação que tem vindo a fazer ao negócio desde que passou a dirigi-lo e garante que todo o trabalho teve como objetivo promover uma área de negócio que a empresa quer continuar a explorar.

Nessas medidas inclui-se um plano de redução de 30% dos custos, até final do próximo ano e a redução de 20% da força de trabalho. Os rumores que voltam a apontar a vontade da Sony sair do mercado de smartphones surgem numa altura em que a empresa investe muito pouco na promoção dos equipamentos e segue uma estratégia pouco clara. Primeiro focada em produtos de qualidade e mais recentemente apostando em produtos mais baratos.

O próprio presidente da companhia, Kazuo Hirai já fez declarações muito pouco otimistas em relação à performance da unidade de negócios de telemóveis e ao seu potencial de crescimento.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.