As fabricantes chinesas têm-se afirmado cada vez mais no segmento dos smartphones e os resultados preliminares da IDC para o segundo trimestre são revelados: Huawei na terceira posição, Xiaomi na quarta e Lenovo no quinto lugar.

Do top 5 de fabricantes a Huawei é aquela que mais cresce, ao disparar 48,1% nas vendas em comparação com igual período de 2014. A empresa responsável por equipamentos como o P8 e o P8 Light vendeu 29,9 milhões de smartphones entre abril e junho, assegurando uma quota de mercado de 8,9%.

Acima, só os “suspeitos do costume”: Apple na segunda posição, Samsung no primeiro lugar. Curioso é que as duas tecnológicas rivais vivem momentos diferentes.

Com 47,5 milhões de iPhone vendidos, a Apple cresceu 34,9% nas vendas relativamente ao segundo trimestre do ano passado. A marca da maçã assegura assim uma quota de mercado de 14,1%, um crescimento de 2,4 pontos percentuais.

[caption][/caption]

Do lado da Samsung há a destacar a liderança óbvia: 73,2 milhões de smartphones vendidos entre abril e junho. Mas os indicadores mostram a pressão que tem existido para a fabricante sul-coreana: quebra de 2,3% nas vendas relativamente a 2014 e perda de 3,1 pontos percentuais de quota, estando atualmente nos 21,7%.

No total venderam-se 337,2 milhões de smartphones em todo o mundo, um crescimento de 11,6% em comparação com o segundo trimestre de 2014. Em comunicado a consultora IDC destaca que este foi um período de vendas fortes para os smartphones topo de gama, mas salienta que existem cada vez mais marcas locais a apostarem nos segmentos de gama média e baixa.

Fica aqui uma galeria com os modelos de referência das marcas que constituem o top cinco da consultora:

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.