Os smartphones vão ser o segmento de telemóveis mais vendido em 2013, superando inclusive as vendas dos feature phones pela primeira vez. Estima-se que ao todo sejam comercializados nos vários meses do ano 918,6 milhões de telemóveis inteligentes, um valor que representa uma quota de 50,1% dos telefones móveis vendidos.

Os valores foram divulgados pela IDC no mais recente relatório relativo à monitorização trimestral da venda de telemóveis. Para a empresa de análise o aumento de vendas dos smartphones justifica-se com a queda do preço médio que os dispositivos têm conhecido e pelo facto de serem uma ferramenta "faz-tudo", incluindo o acesso às redes 4G, uma nova tendência global a nível das telecomunicações.

A procura registada nos mercados emergentes por estes dispositivos, como acontece no Brasil, Índia e China, ajudam a completar o rol de razões que justificam a evolução comercial dos smartphones de trimestre para trimestre. Em comum os três países têm o facto de terem populações numerosas e que estão a conhecer melhorias financeiras à medida que o país em si também desenvolve economicamente.

Numa tabela compilada pela IDC, e que é reproduzida a seguir, a China sozinha consegue ser responsável pela compra de tantos smartphones como quase todo o mundo à parte dos EUA, Reino Unido, Japão e países já mencionados:

[caption]IDC smartphones 2013[/caption]

"Não esperamos que o crescimento dos smartphones na China continue ao ritmo de um comboio como aconteceu nos últimos dois anos, mas continuam a haver fatores que mantêm o mercado em crescimento como o baixo preços dos smartphones e a transição do país para o 4G que só agora está a começar", comenta em nota de imprensa uma das analistas da IDC para a região da Ásia e Pacífico, Melissa Chau.

Por oposição, em mercados como o britânico e o norte-americano o crescimento da venda de smartphones vai baixar à medida que a taxa de penetração destes dispositivos começa a atingir valores altos dentro das respetivas populações.

A empresa de análise prevê ainda que em 2017, daqui a quatro anos, o número de smartphones vendidos anualmente ultrapasse a casa dos 1,5 milhões de unidades, num crescimento superior a 50% ao previsto para este ano.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.