A Wiko escolheu o Museu da Carris para apresentar em Portugal o novo View2 Plus, revelado na IFA no início do mês. Manuel Ferreira, country manager da marca, serviu de anfitrião para a estreia do novo equipamento e fez um balanço da marca em Portugal, que chegou há cinco anos.

Manuel Ferreira referiu que a marca tem vindo a crescer no nosso país, sendo o primeiro a lançar o 4G mais fino do mundo, e a trazer um ecrã 18:9 abaixo dos 200 euros, contribuindo para a democratização do segmento. Refere que o ecrã é a base de interação do utilizador, sendo essa a grande aposta da marca.

“Continuando a nossa estratégia de democratização da marca em Portugal, o novo modelo garante ecrãs totalmente imersivos, aumentamos de 18:9 para 19:9, porque chega ao limite superior, com a ajuda do notch, para preços abaixo dos 200 euros, algo que não existe no mercado”, referiu Manuel Ferreira ao SAPO TEK, salientando a sua posição face à concorrência. O Country Manager da empresa referiu ainda que a Wiko já conquistou uma quota que ronda os 7-9% do mercado total.

O smartphone introduz à coleção View2 uma nova opção de ecrã panorâmico, sendo suportado pelo sistema operativo Android Oreo. O “ecrã total” segue nas tendências atuais na oferta de mais área útil para o consumo de multimédia. Tem 5,93 polegadas e debita imagens em 19:9. O smartphone oferece um corpo revestido com um acabamento brilhante e efeito de vidro em cor Antracite.

Esta versão Plus tem um processador Snapdragon 450 de oito núcleos, 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno que poderá ser expansível até 256 GB via microSD. Para além de suportar carregamento rápido, o smartphone tem uma bateria generosa de 4.000 mAh.

Em relação às câmaras, o equipamento apresenta um sensor Sony IMX486 de 12 MP na sua traseira, em formato de lente dupla. Já a câmara frontal, de 8 MP aposta nas selfies divertidas ao oferecer diversos filtros e adereços em realidade aumentada. Funcionalidades de Face Beauty e Live Portrair Blur permitem melhorar a imagem e criar o em moda efeito bokeh.

O assistente de inteligência artificial pretende dar uma ajuda aos utilizadores, reconhecendo os objetos e configurando a câmara para capturar as melhores cenas. O smartphone tem desbloqueio facial e sensor biométrico de impressões faciais.

Para quem deseja gravar vídeos com melhor qualidade, o equipamento oferece um sistema de estabilização FHD, que foi desenvolvido com a parceria da Vidhance. Desta forma poderá gravar sem registar imagens tremidas. Time Lapse e Slow Motion são funcionalidades igualmente suportadas pelo dispositivo.

O Wiko View2 Plus estreia nas lojas com um preço a começar nos 199 euros, na configuração base.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.