A mais recente criação do Facebook já chegou aos Estados Unidos. A E.gg, uma aplicação que,  para já, está apenas disponível para iOS, afirma-se como uma plataforma onde os utilizadores podem explorar livremente a sua criatividade e dedicar-se a criar colagens virtuais.

A empresa liderada por Mark Zuckerberg explica que a E.gg foi inspirada pelo “espírito exploratório” que marcou os primeiros anos da Internet como a conhecemos, onde reinavam as páginas repletas de imagens e GIFs.

Através da aplicação desenvolvida pelo NPE (New Product Experimentation), a equipa do Facebook que funciona como uma espécie de incubadora de ideias, os utilizadores podem criar páginas web onde os seus interesses estão em destaque, reunindo imagens, animações e texto e organizando-os a seu gosto.

As criações podem depois ser partilhadas com o mundo através de um URL específico. Além disso, na aplicação é possível navegar pelas páginas de outros utilizadores e, se encontrar um elemento interessante, como um GIF ou imagem, pode adicioná-lo ao seu website.

Contudo, durante a sua fase beta, a aplicação recebeu várias críticas por parte de artistas que passaram a ver o seu trabalho publicado sem qualquer tipo de crédito. Por exemplo, em entrevista ao website Input, Pasquale D’Silva, artista e CEO do estúdio de animação Thinko, explicou que as suas criações foram “roubadas” e usadas em materiais promocionais para a aplicação.

Após ter recebido o feedback dos criadores, o Facebook deu a conhecer que estava a encontrar uma forma de dar crédito aos trabalhos. Agora, ao clicar num elemento partilhado entre páginas na aplicação, poderá ver quem é o seu autor.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.