A partir do dia 1 de fevereiro de 2015 todas as novas aplicações submetidas para a App Store do iOS devem estar construídas numa arquitetura de 64-bits. A obrigatoriedade é imposta pela Apple e está a ser comunicada pela empresa no portal para programadores.



Além das novas apps, também as aplicações que já existem, mas que serão atualizadas depois da data indicada, devem respeitar as mesmas regras.



Apesar da imposição, todas as aplicações existentes atualmente na App Store vão continuar a existir. Caso os programadores não queiram fazer a transição para a nova arquitetura, isso significa que as apps deixarão de ter suporte a partir do segundo mês do próximo ano.



Como explica o Engadget, as regras da Apple não deverão constituir problemas para os developers, já que com as novas ferramentas de desenvolvimento fornecidas pela marca da maçã, os 64-bits serão fáceis de atingir.



A Apple quer colocar assim o iOS como um sistema operativo mais robusto – tanto do lado do ecossistema de aplicações, como do hardware. Recorda-se que o primeiro processador de 64-bits num dispositivo móvel estreou com o iPhone 5s, através do chip A7.



Atualmente a nova linha de dispositivos móveis da Apple – novos iPhone e novos iPad – também suporta a arquitetura de 64-bits.



E ao ter aplicações que tirem melhor partido das capacidades do hardware, a Apple espera ver a sua aposta nos 64-bits como mais um passo em frente na evolução dos dispositivos móveis.



Atualmente a marca da maçã não é a única empresa a apostar em processadores de 64-bits em dispositivos móveis: no ecossistema Android também já se podem encontrar equipamentos com esta arquitetura, sendo a Asus e a Google duas das empresas que estão a fazer essa aposta.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.