Desenvolvida por portugueses, a aplicação venceu o prémio internacional Mobile for Good Europe Awards 2013 da Fundação Vodafone, na categoria Acessibilidade.

[caption][/caption]

A app funciona apontando a câmara do telefone para a superfície que se pretende identificar, sendo que no topo do ecrã aparece o nome da cor acompanhada do símbolo ColorADD correspondente.

Além de analisar imagens em tempo real, o utilizador pode analisar imagens previamente gravadas. As imagens geradas podem ser partilhadas nas redes sociais.

Os portugueses que desenvolveram a aplicação ColorADD receberam em Bruxelas o prémio de 30 mil euros que será investido na evolução desta para daltónicos, nomeadamente melhorar o desempenho da aplicação, adicionar novas funcionalidades à versão existente, como novas línguas (espanhol e francês) e sistema de voz para ditar a cor, e acabar as versões Android e Windows Mobile, já que neste momento a aplicação ainda só existe para iPhone.

Além disso Rui Cardoso, Rui Seiça e Marta Lisboa, criadores da aplicação, querem aproveitar o prémio da Fundação Vodafone para desenvolver jogos para crianças daltónicas identificarem as cores.

[caption][/caption]

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.