A notícia avançada pelo The Information explica que a Apple está a fazer uma pequena mudança no seu novo sistema operativo móvel, o IOS 13, mas que poderá ter um grande impacto em várias aplicações.

Até ao momento, o recurso de chamadas nestas aplicações é executado em segundo plano mesmo quando não está a ser utilizado. Este processo garante que as apps possam estabelecer as chamadas mais rapidamente, mas também permite que realizem outros procedimentos, nomeadamente o armazenamento de dados.

Agora, a Apple está a restringir esse acesso em segundo plano para que possa ser usado apenas para chamadas pela Internet. Desta forma, as aplicações terão de realizar as outras “tarefas” de outras formas.

O Facebook já veio reagir a esta decisão da Apple dizendo que, apesar de as mudanças nas futuras versões do IOS não serem insignificantes, a empresa está em conversações com a Apple para serem definidas estratégias.

“Estamos a usar a API PushKit VoIP para entregar uma experiência de mensagens de qualidade e privada e não com o intuito de recolher dados”, explica a equipa de desenvolvimentos de apps da rede social ao jornal.

No caso do WhatsApp, que ainda não reagiu publicamente a esta decisão, a interface de programação de aplicações PushKit VoIP permitia, por exemplo, estabelecer a criptografia de ponta-a-ponta do utilizador. Por isso, a aplicação poderá ser das mais afetadas.

A privacidade tem estado na ordem do dia com a Google, a Apple e a Amazon a serem alvo de investigação nesta área. A empresa da maçã parece estar a apostar num sistema operacional à partida mais seguro e que transmita mais confiança aos utilizadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.