A Microsoft está a realizar esta quinta-feira a sua conferência dedicada a programadores da marca. A Build está a decorrer em Seattle, no estado norte-americano de Washington, e, tal como esperado, a empresa anunciou que está em curso uma renovação estética ao Windows 10. O projeto era oficiosamente conhecido como Project Neon, mas a tecnológica revelou agora o seu nome oficial: Microsoft Fluent Design System.

A transição para uma nova imagem não vai, no entanto, acontecer de forma integral e repentina. Em vez disso, vão ser feitas ligeiras alterações, de forma gradual, terminando, mais tarde, na consagração de uma nova linguagem estética do Windows.

Em suma, a Microsoft vai fazer mudanças a nível dos sistemas de escala, aprimorando a forma como cada aplicação se adapta às dimensões de cada equipamento; em termos de movimento serão também redesenhadas algumas das animações de transição entre janelas e algumas das que estão disponíveis para integrar nas apps da Windows Store; o leque de texturas, por sua vez, vai ser alargado e adaptado à utilização em vários equipamentos; as respostas dos elementos do UI, ou seja, a forma como cada um deles "dobra, estica ou ressalta" quando interage com ele, também vai ser mudada; as representações de profundidade também vão sofrer alterações para beneficiar os programas de modelagem em 3D e realidade mista; por fim, a forma como a interface interage com a iluminação vai também ser afinada, o que melhora particularmente as experiências de realidade mista.

Esta é, acima de tudo, uma forma que a empresa norte-americana encontrou para facilitar a criação de aplicações que funcionem igualmente bem em smartphones, tablets, computadores e equipamentos de realidades alternativas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.