A Nokia acaba o ano de 2013 como sendo a "única" fabricante do sistema operativo móvel Windows Phone. Os telemóveis produzidos pela tecnológica, que foi comprada pela Microsoft, representam 92% de todos os Windows Phone que existem no mercado, ofuscando parceiros como a HTC, a Samsung e a Huawei.

O WP 8 é a versão mais usada, tendo cerca de 78% de quota, situação que é justificada pelo grande crescimento que o sistema operativo teve em 2013, já que os equipamentos de outros anos não receberam a atualização para a versão mais moderna do software.

E se a parceria entre as duas empresas foi responsável pelo lançamento de alguns smartphones que marcaram o ano da tecnologia, como o Lumia 1020, são os telemóveis "low cost" eue se destacam.

O Lumia 520 é de longe o dispositivo mais popular entre os equipamentos com Windows Phone. Segundo dados da consultora adduplex, que tem uma das mais importantes redes de publicidade no Windows Phone, os telemóveis de baixa e média gama são os principais responsáveis pela popularidade crescente do sistema operativo.

[caption]adduplex windows phone[/caption]

E se pensam que apenas nos países de economias emergentes é que o fenómeno dos telemóveis low cost ajuda o Windows Phone, desengane-se. O relatório da adduplex apresenta dados do mercado norte-americano, relativos ao mês de dezembro, que apontam o Lumia 520 e o Lumia 521 - duas versões muito semelhantes do mesmo modelo de telemóvel - como sendo as mais populares, representando os dois mais de 40% de todos os Windows Phone nos EUA.

Situação que se repete, em números semelhantes, em Espanha e no Brasil por exemplo.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.