Em abril, um grupo de cientistas mostrou-nos aquela que é a primeira fotografia real de um buraco negro. Foi a primeira vez que a comunidade científica conseguiu captar o fenómeno, que é invisível ao olho humano, mas que há várias décadas fascina os especialistas no cosmos, pelo facto de não se reger pelas leis da física.

A imagem foi divulgada a 10 de abril, mas não foi o único registo que marcou o mês. Cinco dias depois, a NASA destacou uma imagem de Júpiter, onde é possível avistar uma nuvem, internacionalmente conhecida como "golfinho", pela forma que a assemelha ao mamífero aquático.

Mas o mês voltou a surpreender-nos pelas paisagens espaciais que foram sendo capturadas por profissionais e amadores. Mesmo longe dos fenómenos cósmicos mais mediáticos, as objetivas não deixaram de captar acontecimentos impressionantes, como foi o caso da aurora espiral que decorou os céus da Islândia ou da descolagem do Falcon Heavy, da SpaceX.

10 de abril de 2019

Martian Moon Phobos Crosses the Sun
Video Credit: NASA, JPL-Caltech, MSSS, Curiosity Rover

14 de abril de 2019

The Leo Trio
Image Credit & Copyright: Markus Bauer

22 de abril de 2019

Mars Methane Mystery Deepens
Video Credit: NASA's GSFC, Scientific Visualization Studio

28 de abril de 2019

All of Mercury
Image Credit: NASA/JHU Applied Physics Lab/Carnegie Inst. Washington

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.