Apesar de servir para desenvolver equipamentos e sistemas de extrema utilidade, a tecnologia atual serve igualmente para criar aparelhos (quase) inúteis. O Big Clapper é um desses exemplos. O robot, que custa cerca de 4.500 dólares, tem uma única funcionalidade, que apesar de ter capacidade para lhe levantar o astral, não terá grande propósito útil para além disso mesmo. Em suma, o robot consegue bater palmas, e nada mais para além disso.

tek big clapper

A empresa responsável explica que este é um gadget para os utilizadores que não se sentem "suficientemente apreciados", mas sublinha que o mesmo pode vir a desempenhar um papel fulcral nas superfícies retalhistas, chamando à atenção dos consumidores. Como escreve o The Verge, pense no Big Clapper como o primo mais novo daqueles bonecos insufláveis que acenavam os braços em todas as direções, à porta dos stands de automóveis.

O criador, Masato Takahashi, começou por conceber o Big Clapper enquanto um projeto artístico, sem finalidades comerciais. O artista japonês começou por criar um par de mãos barulhentas, capazes de concretizar uma palma, e acabou por encher uma parede inteira com réplicas do primeiro protótipo. O aparelho foi exibido na CES Las Vegas, já este ano, e acabou por evoluir para aquilo que pode ver no vídeo abaixo.

tek big clapper

O robot funciona com base num detetor de movimento, que é acionado sempre que alguém se aproxima. O sensor ativa o aparelho que pode depois reproduzir uma de várias animações pré-definidas. O Big Clapper pode bater palmas ritmadas, sob pedido, acompanhar melodias ou dizer uma qualquer frase programada pelo utilizador.

A meta de financiamento estabelecida para o Big Clapper, que se encontra neste momento na plataforma Kickstarter, é de cerca de 86.700 euros. Por esta altura, Takahashi reuniu pouco mais de 3.420 euros.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.