Se tem mais de 35 anos talvez ainda se lembre do Commodore Amiga 500, o computador doméstico que sucedeu ao Commodore 64, substituindo as típicas cassetes de jogos por disquetes. A máquina da Commodore ainda é considerada um dos melhores computadores de jogos de sempre, muito à frente do seu tempo, oferecendo jogos com gráficos detalhados e coloridos, e música estéreo quando os PCs ainda não tinham placas gráficas 3D ou de som (ficavam-se pelos speakers das torres).

Com o lançamento das consolas de 32 bits, como a Mega Drive e Super Nintendo, a máquina começou a perder o fôlego e a Commodore ainda tentou uma última vez sobreviver com a CD32, mas não teve a mesma expressão.

Veja imagens do Amiga 500 mini e interface:

Aproveitando a boleia do saudosismo e do lançamento de várias consolas “mini”, como a NES, SNES, Mega Drive ou PSOne, a Retro Games (uma empresa da Koch Media), que foi também responsável pela versão em miniatura do Commodore 64, planeia lançar o Amiga 500 mini. Devido à impossibilidade de utilizar e marca Commodore, a nova consola será conhecida como THEA500 Mini.

Além do design clássico do Amiga 500, que os fãs tão bem vão reconhecer, esta nova versão vai incluir o seu icónico rato e ainda o controlador inspirado na consola CD32. E quanto a jogos, estão planeados 25 títulos pré-instalados, incluindo Another World, a aventura point and click Simon the Sorcerer, Worms, The Chaos Engine, Alien Breed 3D, All Terrain Racing, Battle Chess, Cadaver, Kick Off 2, Pinball Dreams, Speedball 2, Zool, e outros ainda por revelar.

Veja na galeria alguns dos jogos anunciados para a consola:

A nova consola vai introduzir algumas novas funcionalidades nos jogos, tais como a possibilidade de gravar e retomar os jogos, e vai permitir carregar ROMs de jogos que tenha adquirido através da porta USB. De notar ainda que esta é a versão equivalente ao Amiga 500+, ou seja, com o chip de expansão de memória necessário para correr certos jogos, tais como o primeiro FIFA. Assim como ativar a versão mais poderosa da máquina, o Amiga 1200, baseada na arquitetura AGA.

Resta saber se em vez do controlador, os fãs do Amiga 500 podem utilizar o seu velho joystick (como o QuickShot Maverick ou o Python).

Nas imagens divulgadas é possível ver que a dashboard tem um design inspirado no sistema operativo original, o AmigaDOS, e os jogos podem ser jogados em diferentes formatos de ecrã: tamanho fixo, com zoom moderado ou ampliado para caber no ecrã. Pode ainda ativar o efeito CRT dos velhos monitores ou o sistema de suavização de imagem.

O THEA500 Mini vai chegar ao mercado no início de 2022, esperando-se que custe cerca de 130 euros.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.