A China é apenas o terceiro país a conseguir completar com sucesso a alunagem de um veículo em solo lunar. O feito é motivo de orgulho tanto para os asiáticos como para todo o mundo já que o interesse pela exploração espacial parece estar de novo ao rubro. Esta foi a primeira alunagem do século XXI.

O Yutu, veículo que foi transportado pela Chang'e-3, pesa 140 quilogramas, tem seis rodas e quatro braços robóticos. Foi à Lua para fazer investigação ao nível dos recursos naturais e à composição geológica do astro.

A imprensa especializada diz que o Coelho de Jade enviou mais de 4.000 fotografias para a Terra em apenas 24 horas, restando esperar que os conteúdos fiquem disponíveis de forma pública. Mas já existem imagens do robô em ação.

[caption]yutu[/caption]

A sonda que foi responsável pela alunagem também gravou todo o processo e gravou também o momento em que o veículo lunar largou a estrutura principal para ganhar a sua própria autonomia.

O Yutu, nome na versão chinesa, aterrou na Lua no sábado passado, perto das 13 horas de Lisboa.

Nota de redação: substituído o termo aterragem por alunagem


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.