O dispositivo foi desenhado a pensar em utilizadores que precisam de níveis adicionais de segurança para a informação que transportam nos seus equipamentos. Será, pelo menos para já, vendido apenas a agências governamentais e empresas privadas com relações contratuais com esse tipo de entidades.


No site a Boeing revela que o dispositivo corre Android, é Dual SIM, tem suporte para LTE e um ecrã de 4,3 polegadas.



No que se refere à segurança do hardware destaca-se o facto de o equipamento ter sido desenhado para se manter selado. Os parafusos que o fecham estão cobertos com uma capa inviolável e qualquer tentativa para a remover desencadeará funcionalidades de segurança que apagam os dados no dispositivo e o deixarão inoperacional.



Em declarações à GeekWire, a Boeing acrescentou que o equipamento é um smartphone modular, desenhado para responder às necessidades dos clientes da empresa na área da defesa e da segurança que permite a troca de dados e comunicações críticas a partir de um dispositivo de confiança. A empresa acrescenta que o smartphone integra hardware e software de segurança único para assegurar estas tarefas.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.