Juntam-se 64 microcomputadores Raspberry Pi, uma mão-cheia de switches e cabos de rede Ethernet; depois, criam-se estruturas em Lego para suportar todas estas máquinas; por fim, liga-se tudo e adiciona-se software "q.b.", de modo a criar um "supercomputador".

É esta a proposta de um grupo de engenheiros informáticos da Universidade de Southampton, no Reino Unido, liderado pelo Professor Simon Cox e acompanhada por mais oito pessoas - incluindo James Cox, o filho de 6 anos do mentor do projeto, que participou como "especialista" na componente da estrutura em Lego e nos testes ao sistema.

O sistema dá pelo nome de "Iridis-Pi", funciona com uma ligação normal à rede elétrica e é constituído por um total de 64 processadores. A capacidade de armazenamento total é de 1TB, conseguidos através da utilização de um cartão SD com 16GB por cada microcomputador, enquanto a ligação de todas as máquinas entre os vários "nós" é gerida por software MPI (Message Passing Interface).

[caption]Nome da imagem[/caption]

O custo do sistema criado rondou os 3.200 euros, excluindo os switches.

[caption][/caption]

Quanto ao software para desenvolvimento do sistema, foi usado o plug-in gratuito Python Tools for Visual Studio para a criação de código, a que se juntam algumas aplicações criadas por James Cox em Scratch.

"A equipa pretende ver este sistema low-cost como um ponto de partida, para inspirar e permitir que os estudantes apliquem a computação de elevado desempenho à gestão de dados" refere o Professor Simon Cox no comunicado da Universidade de Southampton, explicando que este "supercomputador" pode ser usado em sistemas complexos de engenharia e em "desafios científicos".

[caption][/caption]

Mais direto nas palavras esteve o filho de Cox, que considerou o Raspberry Pi "muito divertido", destacando o facto de o poder segurar com uma mão, "escrever programas de computador e jogar jogos com ele".

Para os interessados em criar uma máquina semelhante baseada em vários Raspberry Pis, a equipa liderada pelo Professor Simon Cox partilha a informação necessária numa página, onde explica todos os passos necessários, possibilitando ainda a transferência de um manual em PDF.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Nota da Redação: Foram corrigidas algumas gralhas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.