Em menos de três minutos a astronauta italiana Samantha Cristoforetti responde a uma das questões que mais dúvidas suscita sobre a vida no espaço: como é a ida à casa de banho?

Como se pode ver no vídeo, os cheiros e os resíduos sólidos são sugados e armazenados num recipiente que tem de ser trocado em média de dez em dez dias, para uma tripulação de oito pessoas.

Quanto à urina, o processo é praticamente o mesmo. No entanto, ela é reciclada e transformada em água potável, através do Urine Processor Assembly Hardware Improvements Investigation (UPA) - um processo de destilação em vácuo que utiliza a centrifugação para compensar a falta de gravidade e, assim, ajudar a separar os líquidos e os gases.

Recentemente foi noticiado que Cristoforetti foi a primeira pessoa a beber uma chávena de café no espaço. Um projeto desenvolvido entre a NASA e as marcas italianas Lavazza e Argotec levou ao desenvolvimento da primeira máquina de café espacial, a ISSpresso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.