E se substituíssemos o plástico por...cogumelos? Bem, essa é a proposta da Aivan, uma empresa finlandesa, especializada em design, que concebeu um par de headphones que utiliza bioplásticos e derivados de micróbios para substituir outros materiais, não tão amigos do ambiente, em alguns dos aparelhos eletrónicos mais utilizados da atualidade.

Este primeiro protótipo, chamado Korvaa, consiste num aro, impresso em 3D, com recurso a bioplásticos feitos de ácido lático produzido com leveduras. A ideia passa por substituir os materiais mais tradicionais, como o plástico e o couro, por substâncias ecológicas, cuja pegada ambiental é diminuta, especialmente quando comparada com a dos derivados do petróleo.

O revestimento das "almofadas" que assentam nas orelhas são feitas de hidrofobina, uma proteína esponjosa, produzida por fungos, e celulose vegetal. A rede que protege os altifalantes é feita de um tipo de seda produzido por micróbios. A composição é muito semelhante à daquela que é feita por aranhas, mas esta é desenvolvida em laboratório.

Estes headphones são fruto de um esforço conjunto entre a Aivan, a VTT Technical Research Centre of Finland e a Aalto Univesity. O protótipo foi apresentado numa conferência em Helsínquia, no início desta semana.

É importante sublinhar que a versão atual deste aparelho está numa fase muito inicial, pelo que ainda nem sequer existem quaisquer tipos de componentes eletrónicos integrados. Isto significa que o equipamento ainda não está pronto para chegar ao mercado, mas a Aivan está focada em dar continuidade ao projeto e em torná-lo num aparelho comercial.

A iniciativa é ambiciosa e tem um intuito muito claro, que é a de estimular a concepção de equipamentos eletrónicos com recurso a materiais amigos do ambiente. Numa altura em que a ecologia ganha palco na discussão mediática, é muito provável que venhamos a conhecer cada vez mais propostas como esta, especialmente na indústria da eletrónica de consumo, onde são usados muitos materiais cuja exploração impacta negativamente o ambiente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.