A Bethesda subiu a palco com expectativas por cumprir. O anúncio recente de Fallout 76 fazia antever um especial foco neste jogo, mas Rage 2 era outra das aventuras que estava mais do que confirmada na apresentação da empresa. A cereja no topo do bolo veio no fim, com a confirmação de um novo Elder Scrolls.

Fallout 76

O mítico franchise da Bethesda vai dar novo ar de sua graça já no próximo dia 18 de novembro, com o lançamento de Fallout 76. O jogo, como é hábito, vai desenrolar-se numa versão pós-apocalíptica do planeta Terra, sendo que o estado norte-americano de West Virginia vai servir de paisagem a esta aventura.

A história vai basear-se nas primeiras pessoas que abandonaram um dos bunkers de refúgio, utilizados pelos habitantes para se protegerem da guerra que transformou o mundo num restolho de destroços e radioatividade, em 2102. Na linha temporal deste universo, Fallout 76 antecede todos os outros oito jogos lançados até à data.

O jogo vai precisar de uma ligação permanente à internet, uma vez que é na cooperação que reside o maior atrativo deste título. Note que isto não significa que a campanha single-player tenha sido suprimida. Ambos os modos estarão presentes. "O jogador vai poder juntar-se aos amigos sempre que quiser, mas o progresso vai ser sempre cumulativo", esclareceu Todd Howard, um dos responsáveis pelo estúdio.

Cada uma das personagens com que se cruzar no mundo de Fallout 76 e o vídeo de apresentação mostrou que existem caminhos suficientes disponíveis para tornar a demografia deste universo num catálogo de diversidade.

Os interessados em pré-reservar o jogo terão acesso à versão beta.

Wolfenstein: Young Blood

Wolfenstein: Young Blood encontra-se numa fase mais prematura de desenvolvimento. O jogo está diretamente relacionado com a narrativa central do franchise, mas pode ser interpretado como um spin-of.

Nesta aventura, as heroínas serão as filhas gémeas do protagonista deste universo, William J. "B.J." Blazkowicz. A história vai desenrolar-se na década de 80 e vai seguir a geração descendente de Blazkowicz na luta contra os nazis, vencedores da Segunda Guerra Mundial neste mundo fictício. A missão principal, neste caso, será encontrar o pai das gémeas, em Paris, que se encontra dominada pelo Terceiro Reich.

O modo cooperativo será uma das forças motoras deste Wolfenstein: Youngblood

Rage 2

Rage era um dos jogos que estava oficiosamente confirmado para a apresentação da Bethesda. O título surgiu como previsto, ganhou um trailer e o seu lançamento está agora marcado para o segundo semestre de 2019.

A empresa confirmou que o jogo se passará num mundo aberto em que 80% da população terrestre foi dizimada com a queda de um asteróide. O protagonista, Walker, nasceu depois da catástrofe, ficou órfão depois de os seus pais terem sido assassinados, perdeu amigos para as mãos da raça mutante e parte agora à aventura para inverter o ritmo decadente em que o planeta está mergulhado.

Uma das ferramentas centrais desta aventura são os veículos e a particularidade estética e funcional com que funcionam todos os carros e armas. O trailer apresentado mostra, por exemplo, uma bomba que altera o campo gravitacional, fazendo as personagens levitar por breves momentos, o que imprime uma dinâmica muito própria às cenas de ação.

Starfield

Há muito pouco para dizer sobre Starfield. A empresa norte-americana informou o público que o jogo ainda se encontra numa fase muito inicial de desenvolvimento e que o título vai marcar o início daquele que é o primeiro universo totalmente original da Bethesda nos últimos 25 anos.

tek starfield

O estúdio mostrou um pequeno teaser e confirmou que Starfield vai demorar muito tempo a chegar às lojas, o que se poderá traduzir numa espera concreta de quatro, cinco, seis ou mais anos, uma vez que a aventura só será disponibilizada quando uma nova geração de consolas estiver no mercado.

Tal como o vídeo sugere, o ambiente de Starfield aparenta estar focado nos elementos de ficção científica que marcam outras aventuras cósmicas do género.

Elder Scrolls

Depois de ter anunciado novos conteúdos para Elder Scrolls Online e Elder Scrolls Blades, que vai levar o RPG para as plataformas móveis, a Bethesda deu aos jogadores aquilo que eles pediram: Elder Scrolls VI.

O teaser, que não tem mais do que alguns segundos de duração, foi precedido de um aviso: este capítulo só estará disponível para as consolas da próxima geração e encontra-se numa fase muito prematura de desenvolvimento. As notícias indicam que existem vários anos a separar os jogadores desta obra, mas isso não foi motivo para silenciar o público, que deu a este anúncio a maior ovação da conferência.

A estas novidades, a empresa juntou ainda a revelação de Doom Eternal, que vai dar seguimento ao jogo lançado em 2016; um novo DLC para Prey e a chegada de Fallout Shelter às consolas e ao PC.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.