Os “drones polícia” vão ser usados para proteger zonas importantes da cidade, como o edifício onde está instalado o Primeiro-Ministro, sempre que sejam detetados objetos deste tipo a sobrevoa-los e se considere que isso pode ser uma ameaça.

A fazer a triagem do movimento aéreo suspeito está uma nova divisão, que terá responsabilidades na monitorização deste tipo de eventos e na deteção de possíveis ameaças.

Quando identificar uma tentará primeiro contactar o operador do drone, emitindo um aviso através de um altifalante. Se não tiver resposta lança o “drone polícia” que com a sua rede tentará deter a ameaça deitando-a ao chão.    

Um vídeo divulgado por um site japonês mostra um dos testes ao novo sistema de deteção e captura de drones… com rede.

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.