As medidas de combate à pandemia de COVID-19 têm obrigado os governos a introduzir medidas extraordinárias, obrigando a população a ficar em isolamento em suas casas. Muitas pessoas estão a trabalhar em regime de teletrabalho, mas há cada vez mais casos de despedimentos ou layoffs simplificados, o que por um lado diminui os ganhos das famílias, mas também aumenta o seu tempo livre. O entretenimento tem cada vez mais um papel importante neste período difícil, seja a distração a ver uma série no Netflix, como a jogar videojogos.

Mas considerando que muitos jogos, sobretudo as novidades, são mais caras, poderá encontrar diversos títulos de qualidade que estão a ser oferecidos por algumas editoras e plataformas. Além disso, há diversos serviços de videojogos que oferecem propostas semelhantes às plataformas digitais de filmes e séries: paga-se uma mensalidade e tem-se acesso a um vasto catálogo de jogos que incluem mesmo novidades. E são esses jogos gratuitos ou acessíveis através de subscrição que pode aceder.

De salientar que a indústria dos videojogos, de forma direta ou indireta, tem ajudado a combater o coronavírus. O governo britânico, por exemplo, está a usar os videojogos para difundir a mensagem “Fique em casa, salve vidas”, em títulos como Candy Crush Saga, Sniper Elite 4, DiRT Rally 2.0 e Farm Heroes, ou seja, diferentes géneros e públicos. Por outro lado, são as próprias editoras que estão a angariar fundos, através de doações diretas ou percentagens de vendas dos seus títulos, para diversas instituições de combate à COVID-19, desde a Take-2, a Riot Games, I Got Games, Paradox, Humble Bundle, e outros, conforme lista a GameIndustry.biz.

Procure jogos free-to-play nas lojas digitais de todas as plataformas

Desde sempre que existem os chamados jogos free-to-play, assentes num negócio em que a base é gratuita, apenas necessita de comprar, por norma, itens cosméticos. Um dos mais populares, e que dispensa apresentações é o Fortnite. Mas há vida neste formato e até no género battle royale, como Apex Legends e o mais recente fenómeno Call of Duty: Warzone.

Warzone foi lançado há poucas semanas tanto no PC, como PS4 e Xbox One e tem-se destacado por oferecer campos de combate para 150 jogadores. O interessante, é que ao contrário dos seus concorrentes, quando um jogador é abatido é colocado numa arena 1vs1, sendo que quem sobreviver a esse encontro tem uma segunda oportunidade de voltar ao mapa.

Mas há muitas outras propostas free-to-play, como os MOBA, destacando-se League of Legends da Riot Games, Heroes of the Storm da Blizzard e Dota 2 da Valve, os três principais representantes deste género. Recomendamos que explore as tabs das lojas digitais disponíveis no PC, na PlayStation Network e Xbox Live referentes ao formato free-to-play para encontrar mais propostas. Considere ainda Dauntless, um jogo que incentiva os jogadores a fazerem grupos para caçar monstros.

As borlas e ofertas no PC e consolas

Há editoras e plataformas que estão a oferecer jogos do seu catálogo, seja de forma permanente ou temporariamente que deverá estar atento para o adicionar à biblioteca durante o período designado. O SAPO TEK irá atualizar este artigo com novas dicas, sempre que reveladas.

A Ubisoft tem uma página dedicada a jogos gratuitos que oferece, pelo que deve manter sobre olho. Já passou por lá o excelente jogo de plataformas Rayman Legends, mas atualmente tem disponível o Might & Magic: Chess Royale, um jogo de xadrez inspirado no universo da magia da editora, e o Rabbids Coding!, uma ferramenta de ensino de programação aos mais novos, inspirado pelos tresloucados coelhos.

A Electronic Arts também tem o website dedicado aos seus jogos free-to-play, em que pode aceder ao referido Apex Legends, mas também são colocados algumas ofertas temporais. Pode conhecer outros dois títulos gratuitos da editora, o MMO Star Wars The Old Republic e Command & Conquer: Tiberium Alliances.

Talvez a plataforma mais generosa no que diz respeito a ofertas é a Epic Store, a loja que serve de casa a Fortnite. No entanto, os jogos gratuitos rodam semanalmente, por vezes mais que um e se os falhar, estes voltam ao preço habitual, mas se os resgatar, ficam na coleção permanentemente, para quando desejar instalar. Na última semana estavam disponíveis gratuitamente dois jogos: Sherlock Holmes: Crimes and Punishments e Close to the Sun (até dia 16 de abril). E os próximos são Just Cause 4 e Wheels of Aurelia (até 23 de abril). Assim, deverá ficar de olho na loja da Epic para resgatar os novos jogos sempre que disponíveis.

Se aprecia jogos clássicos, os velhinhos que provavelmente já não encontra nas lojas, a loja digital Good Old Games (GOG) da CD Projekt RED da série The Witcher e Cyberpunk 2077 também tem uma página dedicada a borlas em tempo de pandemia sob a mote “Stay at home and play some games”. Aqui vai encontrar aventuras clássicas de grande qualidade, como Beneath a Steel Sky da Revolution (cuja sequela está a ser produzida para a Apple), Flight of the Amazon Queen ou Postal.

O Humble Bundle não costuma oferecer jogos gratuitos, mas sim, através de um pagamento, muitas vezes simbólico, e com uma percentagem a ser direcionada para ações de solidariedade, conjuntos de jogos. Dividir a quantidade de jogos de qualidade pelo valor que paga, é quase como se fossem gratuitos. Como curiosidade, um pouco fora do contexto “gratuito” deste artigo, esta semana foi construído um pacote especial “Conquer COVID-19” para ajudar as vítimas de coronavírus, por pelo menos 28 euros, para ter acesso a 45 jogos, entre clássicos, indies e títulos conhecidos de catálogo, juntamente com mais de 20 livros e novelas gráficas digitais. Considerando que 100% das vendas revertiam à causa, o Humble angariou cerca de 6 milhões de dólares.

Para jogar em família, ou mesmo em stream, pode aceder a um código de Drawful 2 para resgatar gratuitamente no Steam, jogo que custa normalmente 10 euros. Neste basta um smartphone ou tablet para desenhar bonecos e deixar que outros adivinhem.

Há serviços como o Netflix para videojogos

Não se trata de jogar em streaming como o Google Stadia ou PlayStation Now, mas no conceito de modelo de negócio: os utilizadores pagam uma mensalidade e têm acesso a um catálogo de jogos em constante crescimento que podem ser jogados sem pagar mais por eles.

Neste conceito o Xbox Game Pass (disponível tanto no PC como Xbox One) é provavelmente o serviço com a melhor oferta. Isto considerando o preço da mensalidade e o catálogo de jogos que incluem títulos clássicos, indies e novidades. Para ter uma ideia, todos os novos jogos exclusivos dos estúdios da Microsoft são adicionados ao serviço sem custos adicionais à mensalidade de cerca de 10 euros mensais: Bleeding Edge, Ori and the Will of Wisps, e proximamente Minecraft Dungeons e Gears Tactics estão incluídos, para dar alguns exemplos.

Praticamente todas as semanas entram novidades interessantes, como recentemente Overcooked 2, The Blair Witch Project e The Surge 2. Poderá mesmo considerar pagar apenas o primeiro mês para experimentar, de 1 euro, e durante um mês ter algo como “all you can eat”. Um mês de isolamento com centenas de jogos por 1 euro, é “quase como dado”, certo?

Por outro lado, o catálogo da PlayStation Now é igualmente impressionante, com mais de 700 jogos, que podem ser jogados em stream, ou instalados, por uma prestação mensal de cerca de 15 euros. Na nossa calculadora, cada jogo fica a quase 0,2 cêntimos…

Para quem já paga os serviços online PS Plus e Xbox Live, mensalmente são oferecidos jogos gratuitos. Este mês de abril, por exemplo, os subscritores podem aceder ao excelente Uncharted 4 na PS4 e Project Cars 2 na Xbox One. Ainda no que diz respeito à PlayStation, a Sony acaba de disponibilizar gratuitamente Uncharted: The Nathan Drake Collection e Journey em versões digitais na PSN. Os jogos fazem parte da iniciativa "Play at Home Initiative", e estão disponíveis a partir de hoje, dia 15 de abril, até 5 de maio.

Estes são apenas alguns dos jogos gratuitos de serviços e editoras que podem ser acedidos de forma temporária ou permanentemente. Mas com toda esta oferta, não podemos queixar que não há nada para jogar durante o isolamento.

Nota de redação: o artigo será atualizado com novos jogos gratuitos que forem sendo anunciados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.