Algures durante o dia 24 de janeiro de 1984, Steve Jobs apresentava ao mundo o Apple Macintosh, o computador pessoal com uma interface de utilizador gráfica, um ecrã incluído e ainda um rato. Foi este computador que ajudou a estabelecer o conceito que ainda usamos hoje em dia, o uso de um computador desktop, seja para trabalhar ou entretenimento.

Numa era cada vez mais digital, o primeiro Mac foi lançado num mundo dependente de um leitor de disquetes, manuais de utilizador gravados em cassete para ensinar os utilizadores a mexer no computador e uma experiência offline a preto e branco. Certamente que quem viveu o surgimento destes computadores pessoais, fossem para ajudar no trabalho, nos projetos da escola ou mesmo entreter-se com os jogos disponíveis na altura, embora agora sejam arcaicos.

Veja o momento histórico de Steve Jobs a mostrar o Macintosh ao mundo:

Neste dia há 40 anos, Steve Jobs subia ao palco para apresentar ao mundo o Macintosh. Apesar de não ser o primeiro computador pessoal do mundo, seria este o modelo a ter realmente um impacto no mundo. Uma apresentação que funcionaria da mesma forma em anos seguintes no impacto que produtos como o iPod teve no consumo da música digital e o iPhone na adoção de smartphones. Os planos de Steve Jobs eram simples: lançar um computador pessoal que fosse acessível e que todos pudessem utilizar. 

Olhando para os padrões atuais, o Mac 128K, como foi batizado pela sua memória, e uma autêntica peça de museu. Mesmo para os padrões da altura o computador tinha as suas limitações e foi mesmo descontinuado no ano seguinte, abrindo caminho a modelos mais poderosos. O Macintosh II chegaria em 1987 com um monitor a cores.

Veja na galeria imagens do Macintosh:

Durante os 40 anos de vida, a linha de computadores da Apple registou altos e muitos baixos. Chegou mesmo a colocar-se em causa se a gigante tecnológica deveria continuar a investir no negócio dos computadores, pelo seu elevado preço, quando a galinha dos ovos de ouro estavam no iPhone e outros equipamentos, assim como os serviços. Mas em 2020, uma nova lufada de ar fresco permitiu o crescimento do negócio com a introdução dos processadores Apple Silicon. Mais poderosos que nunca, são atualmente os computadores Windows a correr atrás das capacidades do Mac.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.