O robot foi colocado no aeroporto para ajudar os passageiros, fornecendo informação sobre os voos e guiando-os entre os terminais do aeroporto, para evitar que se percam ou ajudar nas situações em que isso acontece.

O Spencer nasceu de um projeto europeu de investigação centrado nas tecnologias de interação entre homem e máquina. A experiência que leva o projeto ao aeroporto de Amesterdão é a primeira do género e serve de preparação para um teste maior, que os investigadores estão a planear para março do próximo ano.

Para já vai permitir avaliar a reação do robot ao comportamento humano e a sua capacidade para realizar a tarefa proposta de conduzir passageiros de um local para o outro.

Para fornecer informação e guiar os passageiros entre terminais o robot recorre a mapas, informação pré-carregada e orienta-a em função da localização, tendo em conta os dados que consegue ir recolhendo via laser.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.