A Honda Motocompacto é uma scooter elétrica que se destaca pelo seu aspecto curioso, com um design que se dobra em formato de pasta. Mas será que um entusiasta das reparações DIY conseguiria, por exemplo, substituir a bateria sem recorrer a ajuda especializada? Os técnicos da iFixit decidiram averiguar.

Para chegar à bateria é preciso primeiro desmontar a estrutura exterior da scooter, removendo os parafusos que a mantêm no sítio certo, assim como vários clipes nas extremidades, sem esquecer de desapertar as tiras de velcro centrais e retirar os painéis laterais.

Clique nas imagens para ver com mais detalhe

A bateria parece estar apenas a quatro parafusos de distância, mas a tarefa é bem mais complicada, necessitando a remoção de muitos mais parafusos e de uma variedade de cabos e componentes protetores de plástico. Para os técnicos da iFixit, a Honda perdeu certamente uma oportunidade para simplificar todo este processo.

Clique no vídeo para recordar a Honda Motocompacto

Olhando para a bateria, que conta com uma capacidade de 244 Wh, o pack onde está integrada conta com proteção IPX5, contra jatos de água a baixa pressão. Para lá da bateria, os restantes componentes são mais fáceis de remover, afirmam os especialistas.

Por um lado, os técnicos notam que os engenheiros da Honda chegaram a pensar na reparabilidade do equipamento, algo que se vê no acesso a alguns componentes importantes. Por outro, essa mesma linha de pensamento não foi aplicada à bateria, o que faz com que a pontuação provisória de reparabilidade da Honda Motocompacto seja apenas de 6 em 10 na escala da iFixit.

iFixit | Honda Motocompacto
créditos: iFixit

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.