O Sol, a Terra e a Lua alinharam-se, fazendo com que esta última passasse pela sombra do planeta azul naquele que é o último eclipse lunar total até 2025. O fenómeno foi visível na Ásia, Austrália, América do Norte e do Sul e em algumas partes no Norte e Leste da Europa.

Em Portugal continental não houve oportunidade de observar a escuridão que deslizou pela face da Lua antes que ela se transformasse num profundo vermelho-sangue, pelo menos "diretamente". Um pouco de mais sorte teve a região dos Açores, com direito a "eclipse penumbral".

Clique para ver as imagens em pormenor, partilhadas a partir de diferentes partes do mundo

Um eclipse lunar total significa que a Lua, na fase cheia, fica completamente encoberta pela sombra da própria Terra, mas isso não quer dizer que fique "às escuras". Com a luz do Sol indireta e filtrada pela atmosfera terrestre, o satélite natural ganha um belo brilho avermelhado.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.