A última vez que se falou sobre o assunto, a equipa da NASA não se recordava do nome dado ao ATD - Anthropomorphic Test Device que servirá como “astronauta experimental” este sábado, no primeiro teste da cápsula Crew Dragon. Ou se calhar não estava autorizada a revelá-lo. É que essas coisas competem normalmente ao “patrão” Elon Musk…

E foi o próprio que esta sexta-feira de manhã trouxe o assunto "à baila" no Twitter, partilhando uma foto da manequim, vestida a preceito, instalada numa das (supostamente) sete cadeiras à disposição do vaivém espacial da SpaceX.

“Ripley” era a legenda, dando assim a conhecer o nome próprio do boneco de teste - ou neste caso, boneca - que vai analisar o “ambiente de viagem”, e recolher dados que possam ser importantes para as viagens com tripulantes a sério.

Regressando ao nome, não foi difícil adivinhar a associação à personagem Ellen Ripley da saga de ficção científica Alien, interpretada por Sigourney Weaver.

Depois de vários adiamentos, a cápsula desenvolvida pela SpaceX para o transporte de astronautas da NASA tem viagem inaugural em direção à Estação Espacial Internacional marcada para as 02h49 EST - 07h49 de Lisboa – de sábado, dia 2 de março, a partir do Kennedy Space Center – onde já está instalada no topo de um Falcon 9, pronta para partir.

tek Crew dragon

Já a chegada ao destino está prevista para o dia seguinte, domingo, por volta das 06h00 EST (11h00 de Lisboa). E sem quaisquer braços robóticos para o acoplamento: a Dragon Crew foi desenhada para se “ligar” automaticamente à ISS por sua conta, usando uma combinação de software, lasers e sensores – e com recurso a alguma alterações feitas há uns anos, já a pensar nesta possibilidade. A Demo-1 termina com o regresso à Terra a 8 de março.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.