O Moto X (mostrado no vídeo em baixo)que gerou expectativa durante largos meses acabou por ser o primeiro produto concebido pela Motorola com o selo Google. Prometia mostrar a visão da marca para este mercado, com novas e avançadas funcionalidades, que melhorariam a experiência de navegação dos utilizadores. O conceito foi apresentado pouco depois do negócio, mas o modelo só foi lançado no ano passado, depois de vários adiamentos e afinal… não convenceu.



Apresentado oficialmente em agosto de 2013, este Moto X conta com um ecrã AMOLED de 4,7 polegadas com uma resolução de 720x1280, processador Qualcomm Snapdragon S4 Pro de dois núcleos a 1,7Ghz e uma bateria de 2.200 mAh, que permite até 13 horas de conversação. Integra 2 GB de RAM e 16 GB ou 32 GB de armazenamento, para além de uma câmara de 10 megapixéis e uma câmara frontal de 2 megapixéis.



O modelo só chegou a um conjunto restrito de mercados, do qual Portugal não faz parte. Uma notícia da CNet avançava há dias que a Motorola está agora a preparar-se para enviar o Moto X para a Europa. O lançamento na região acontecerá em fevereiro, mas apenas para o Reino Unido, Alemanha e França.





Em novembro foi apresentado um novo equipamento que volta a insistir no conceito Moto X, mas agora em versão low-cost O Moto G é lançado como um equipamento de gama média, com preços propostos a rondar os 179 dólares, um valor que aumenta na versão de 16GB.

O equipamento conta com um ecrã de 4,5 polegadas com uma resolução HD. O processador é um Snapdragon 400 de quatro núcleos a 1,2Ghz, enquanto a RAM disponível é de 1GB, para 8GB de armazenamento interno. Sem suporte para 4G, o modelo integra ainda um sensor fotográfico traseiro de cinco megapixéis. Embora tenha chegado recentemente ao mercado o modelo, tal como aconteceu com o Moto X, já está a ser vendidos nas lojas americanas com desconto, um indicador que revela fraca procura.





Antes da chegada destes dois modelos e já depois do negócio com a Google, anunciado no verão de 2011, a Motorola colocou no mercado mais alguns produtos que embora tenham chegado às lojas depois do negócio não são vistos como produtos Google/Motorola porque já estavam previstos, ou mudam muito pouco no posicionamento da fabricante.

Atualizou a linha Razr, com novos Droid Razr e Razr Maxx, modelos que tiveram algum sucesso e que continuam a ser relevantes: ainda recentemente garantiram atualização para a versão KitKat do Android.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.