Nave e asteróide serão depois enviados para a órbita lunar onde aguardarão pela chegada, em 2020, de uma equipa de astronautas que irão finalmente ter a possibilidade de recolher amostras do objeto para análise.

Esta é a timeline da NASA agora revelada para uma missão que tem como principal objetivo perceber melhor os primórdios do universo, uma vez que os asteróides não mudam muito ao longo do tempo.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.